Produtividade e Agilidade na Área Fiscal: vale a pena terceirizar?

No momento atual com a rápida evolução tecnológica e suas contribuições para o seguimento tributário brasileiro, é exigido por suas autoridades fiscais maior transparência de informações.

 

Vejo que são diversas as complexidades das quais as empresas enfrentam na tarefa de se adequarem aos regulamentos e ficam expostas a riscos tributários e incertezas de como sustentar seus  negócios, considerando a volumetria abaixo no âmbito fiscal e folha de pagamento no Brasil  temos:

 

• Mais de 30% do PIB refere-se a carga tributária;

 

• 27 Estados / 5.570 Municípios legislando individual e isoladamente;

 

• Média de 16.517 entidades sindicais com cadastro ativo no Cadastro Nacional;

 

• As equipes contábeis e de RH em empresas de médio porte gastam quase metade do tempo (45%) em atividades administrativas repetitivas, como folha de pagamento, administração de RH, gestão de inserções no ponto e faltas, lançamentos contábeis e grande número de impostos e obrigações acessórias;

 

 

Além da grande quantidade de volume e prazos acirrados, as empresas se deparam com o custo de manutenção e administração para operacionalizar esse processo de entrega considerando:

 

• Configuração do software para operação contábil, fiscal e folha de pagamento;

 

• Hospedagem e manutenção do sistema;

 

Atualizações do sistema de acordo com a legislação vigente e compliance;

 

• Responsabilidade de realizar os lançamentos dos dados;

 

• Controles de apoio e exceções;

 

• Apoio com a validação e qualidade;

 

• Controle afinco de prazos e obtenção da aprovação final para envio.

 

 

Redução de custos – a vantagem da terceirização

 

Posso afirmar que é melhor confiar a gestão fiscal e de folha de pagamento a um prestador de serviços mesmo seu sua empresa for uma startup, pois há recursos focados em  responder as inúmeras mudanças tecnológicas, de compliance e detém de profissionais  preparados para suportar qualquer dúvida ou dificuldade diária.

 

A exemplo disso posso citar alguns cases:

 

 

 

Conforme pesquisa realizada pela Deloitte em Maio de 2021, quase metade (44%) dos entrevistados C-suite no estudo – que era composto principalmente de CFOs – afirmam que a terceirização será a estratégia mais importante para obter modelos de recursos a baixo custo:

 

 

O estudo completo está disponível em:

 

https://www2.deloitte.com/content/dam/Deloitte/global/Documents/Tax/Deloitte-tax-operations-transformation-trends-survey-2021.pdf

 

Nesse sentido concluo que a terceirização permite flexibilidade e eficiência nos processos de negócios considerando inclusive o benefício da inteligência artificial (A pesquisa global da Deloitte *“Inteligência artificial nos tributos” apresenta como as organizações estão enfrentando a esses e outros desafios de compliance com a ajuda da inteligência artificial, que permite a otimização de análises de dados na identificação de irregularidades e mitigação de riscos), trazendo assim maior produtividade, segurança e diminuição do custo fixo e despesas da empresa.

 

*Link:https://www2.deloitte.com/br/pt/pages/tax/articles/inteligencia-artificial-tributos.html

 

 

Compartilhar:

WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Mais artigos

ESTAMOS A CAMINHO DA ERA DA CRIPTOECONOMIA?

Que a tecnologia impactou o mercado financeiro, não é novidade. Desde 1990, com o surgimento e rápido crescimento da internet, o mercado financeiro passou por grandes mudanças, desde o surgimento de novos produtos, até novas formas de se relacionar com o cliente e novos modelos de negócios.

PRIVACY BY DESIGN NAS STARTUPS

O conceito de “privacidade desde a concepção” tornou-se mais proeminente nos últimos anos, à medida que o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) aumentou as preocupações das empresas sobre questões de privacidade nos seus processos, especialmente em relação à oferta de produtos e serviços ao mercado. A metodologia visa incorporar a privacidade em práticas, tecnologias e sistemas, e ainda serve como diretriz para a criação de novos produtos e serviços.

A IMPORTANCIA DO FOMENTO AO EMPREENDEDORISMO FEMININO

É impossível falar de empreendedorismo feminino sem entender a motivação por trás de quem empreende, se a ideia empreendedora veio por oportunidade ou necessidade. Por exemplo, um empreendedor que tem a oportunidade de abrir um negócio estando em uma situação “confortável” seja por investimento interno ou recursos próprios.

Idioma »