O PESO DAS GARANTIAS EM OPERAÇÕES DE CRÉDITO

Em tempos favoráveis, elas são um algo a mais. Em tempos incertos, simplesmente imprescindíveis.
 
As garantias são elementos importantes em operações de crédito, pois oferecem mais segurança para o credor e podem influenciar positivamente em sua decisão. Elas representam uma forma de comprovação de capacidade de pagamento e de comprometimento com o empréstimo solicitado.
 
Neste artigo, vamos explorar o peso das garantias em operações de crédito, analisando sua importância para credor e devedor, bem como suas vantagens e desafios.
 
Aqui, quero tratar mais sobre dois tipos de garantias mais leves de serem adotadas, as atreladas a duplicatas ou a recebíveis de cartão de crédito. A utilização de ferramentas e plataformas de controle de garantias destes gêneros é importante para os credores ficarem mais seguros nas suas concessões de crédito, algo em que pouco se pensa quando tudo vai bem, mas que se demonstra um oportuno reforço em tempos nublados e incertos.
 
Pelo lado dos tomadores, acostumados a obter linhas de crédito com garantia de aval, ou até mais complexas, semelhantes às de uma imobiliária, envolvendo processo de avaliação do imóvel, protocolo em cartório e uma série de outras exigências, muitas delas já simplificadas por procedimentos digitais.
 
Em nossa área também, pois já podemos realizar, por exemplo, uma grande remessa de títulos/duplicatas e fazer a elegibilidade em menos de um minuto, e ainda depois emitir cobrança e acompanhar o status. Parece fácil né? Mas, de fato, proezas assim dependem da boa utilização das ferramentas certas existentes hoje no mercado.
 
O mesmo ocorre com os recebíveis de cartão, no tocante à consulta de agendas, interoperabilidade entre as registradoras e a gestão da garantia, tudo isso de forma flexível, adaptável, para uso em diferentes situações, o que permite que os tomadores tenham um acesso mais rápido, eficiente e economicamente mais viável, sem que os credores percam a segurança nas suas operações.
 
Por fim, é importante destacar que as garantias de duplicatas ou recebíveis de cartão de crédito podem ser uma forma de as empresas se protegerem financeiramente, evitando situações de inadimplência ou de dificuldades para obter crédito no futuro.
 
Já quem fornece garantias demonstra ao mercado financeiro a sua saúde financeira e a capacidade de honrar as dívidas, o que pode ser importante para garantir o acesso ao crédito de forma mais fácil e vantajosa.
 
E você, credor, vai continuar operando a descoberto? Procure por soluções de gestão de garantia e se adeque a elas e assim, em ambos os cenários – favoráveis ou não – estará com uma performance melhor e operando bem mais seguro.
 
 

>Artigo publicado por Leandro Zen em 21 de fevereiro de 2023, confira aqui.

 

Compartilhar:

WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Mais artigos

SPRINT 034 – NETWORKING E INOVAÇÃO: IMPRESSÕES DO WEB SUMMIT RIO

Foram 3 dias de muitos encontros. Entre eles, @Gabriel Pereira, líder do maior canal do mercado financeiro, o @Let’s Media. Se você acompanha meu conteúdo, também precisa acompanhar o conteúdo produzido por esse ex-produtor de sistemas, um verdadeiro influencer do mercado financeiro.

RESOLUÇÃO DO BANCO CENTRAL: COMO PROMOVER E MONITORAR A SAÚDE FINANCEIRA UTILIZANDO A CIÊNCIA COMPORTAMENTAL E ELEMENTOS DE JOGOS

Em julho deste ano entra em vigor a resolução do Banco Central que determina que as instituições financeiras devem promover ações de educação financeira para os clientes.
Segundo o Banco Central, deve ser incentivado o planejamento e o orçamento pessoal e familiar, uma reserva de emergência sólida e o pagamento de contas em dia, evitando a
inadimplência.

Idioma »