Long Tail: o que são e como usar palavras de cauda longa?

Long Tail: o que são e como usar palavras de cauda longa?

Cada vez mais o marketing de conteúdo tem se tornado competitivo por conta da profissionalização de diversos nichos no mundo digital, essa concorrência traz grande dificuldade para diversas Startups alcançarem bons resultados com o tráfego orgânico dos buscadores.

 

Explorar palavras-chave de cauda longa (Long Tail Keywords) é uma estratégia interessante tanto para indexar conteúdos em boas posições nas páginas de busca quanto para conquistar usuários mais decididos sobre o que desejam.

 

 

O que é Long Tail? Diferença de Long Tail x palavra-chave ampla

 

Long Tail Keywords são palavras-chave de cauda longa, trata-se de termos mais específicos que são utilizados pelos usuários no momento da busca por algo na internet. Para que fique mais claro vou exemplificar nesse artigo como uma empresa de terceirização de limpeza doméstica com atendimento na cidade de Taubaté poderia se beneficiar na web utilizando long tails.

 

Ao pesquisar “limpeza” no Google encontrei os seguintes resultados:

 

 

Figura 1 – Primeira Rolagem – Resultado de Google Ads de Software de limpeza para melhorar o desempenho de computador + Resultado do Wikipédia que define o que é limpeza + FAQ indexado pelo Google com perguntas e respostas sobre limpeza.

 

 

 

Figura 2 – Resultados de empresas que vendem produtos de limpeza e serviços de limpeza de acordo com minha Geolocalização (Google Maps) + 2 resultados orgânicos de empresas que oferecem serviço de limpeza.

 

 

 

Figura 3 – Na terceira rolagem da página foram exibidos vídeos com dicas de limpeza (Tutoriais do YouTube) + dicas da língua portuguesa com Sinônimos de Limpeza + Venda de artigos de limpeza de um e-commerce + Notícias que possuem o termo limpeza em seu conteúdo.

 

 

 

Figura 4 – Na última rolagem foram sugeridos 2 resultados com dicas sobre como limpar a casa + 1 resultado de empresa de faxina + sugestões de pesquisas relacionadas.

 

 

Ao pesquisar apenas o termo “limpeza” acionamos uma pesquisa ampla no Google, onde o buscador sugeriu resultados diversificados de vários nichos. Avaliando as imagens acima podemos afirmar que com essa busca ampla o Google exibiu resultados para pessoas que podem estar buscando por:

1. Como limpar o computador para ficar mais rápido

2. Contratar serviço de limpeza profissional

3. Comprar produtos de limpeza

4. Dicas para limpar a casa

5. Contratar uma faxineira

6. Notícias

 

Agora utilizando uma palavra-chave mais específica (serviço de limpeza), temos os seguintes resultados:

 

 

Figura 5 – 3 empresas na primeira rolagem que oferecem serviços de limpeza e estão comprando esse termo no Google Ads.

 

 

 

Figura 6 – Segunda rolagem: Empresas que oferecem produtos e serviços de limpeza de acordo com minha localização (Google Maps) + Perguntas que as pessoas costumam fazer nos buscadores sobre serviços de limpeza.

 

 

 

Figura 7 – Empresas que oferecem serviços de limpeza e estão explorando o termo buscado em seu conteúdo.

 

 

Conhecendo o resultado das duas pesquisas que fizemos até aqui podemos concluir que apesar do Google direcionar melhor os resultados quando buscamos por “serviço de limpeza” do que apenas “limpeza” nem sempre o que procuramos é exibido.

 

Afirmo isso pois fiz a pesquisa na cidade de Taubaté e nem todas as empresas listadas oferecem seus serviços em minha localização, outro ponto interessante é que nem todos os resultados oferecem uma solução para limpeza doméstica, alguns deles ofertam apenas limpeza de empresas ou condomínios.

 

Para encontrar o que realmente desejamos o ideal é utilizar a seguinte long tail: “serviço de limpeza doméstica em Taubaté”.

 

Veja o resultado com esse termo de pesquisa cauda longa:

 

 

Figura 8 – Google Ads com anúncios que atendem o desejado pelo usuário.

 

 

 

Figura 9 – Resultados de Google Maps

 

 

 

Figura 10 – Empresas que exploram a long tail de maneira eficaz e oferecem o serviço procurado na localização buscada.

 

 

Como escolher a long tail ideal para meu negócio?

 

Agora que você já conhece a diferença de uma long tail para um termo amplo, chegou a hora de entender como escolher as melhores palavras-chave de cauda longa para conquistar novos usuários qualificados na web.

 

 

Pesquisas relacionadas:

 

Pesquise termos amplos ou long tails que você já conheça no buscador, e avalie as pesquisas relacionadas que o Google sugere ao final da página de resultados, essas sugestões costumam dar boas referencias de termos que as pessoas pesquisam sobre o assunto:

 

 

 

Google Trends – Como encontrar boas long tails

 

O Google Trends é uma ferramenta do próprio Google que nos fornece dados importantes para conhecer o comportamento dos usuários na web, com essa ferramenta você pode comparar o volume de busca de sinônimos para escolher em qual termo específico deve focar em seu conteúdo.

 

Além disso você pode conhecer o volume de busca por região, conhecer termos de pesquisa relacionados, avaliar as sugestões de long tails do próprio Google e entender quais palavras-chave estão em ascensão de busca no momento.

 

 

Ubersuggest – Avaliando o cenário de SEO geral do nicho

 

Uma ferramenta muito interessante para entender melhor as pesquisas do seu nicho é o Ubersuggest, com essa análise você pode entender a dificuldade de indexar conteúdos com o termo específico, conhecer sua concorrência, avaliar o volume de buscar sobre o assunto e conhecer ideias de palavras-chave.

 

 

Construir Landing Pages para Long Tails

 

Você pode criar uma landing page para focar cada palavra-chave de cauda longa que precisar indexar, por exemplo:

 

 

 

O site acima tem uma página destinada à cidade de São José dos Campos, e outra página específica para quem procura o serviço em Taubaté. Portanto caso sua empresa ofereça suas soluções em diversas cidades, utilizar long tails com geolocalização pode te colocar à frente em diversos resultados.

 

Aponto que não basta criar uma página para cada sinônimo ou cada cidade com o mesmo conteúdo apenas alterando o termo desejado, tenha cautela com conteúdo duplicado, o próprio Google divulga que o buscador não é amigável com sites que aplicam essa prática. Entenda que mesmo tratando do mesmo assunto, seu conteúdo precisa ser exclusivo sobre cada cidade caso esteja criando landing pages por localidade.

 

 

Conclusão

 

Indexar páginas com boas long tails pode aumentar o tráfego do site mesmo não estando bem-posicionado nas páginas de resultado com palavras amplas, e o melhor disso? Pessoas que utilizam palavras-chave de cauda longa em suas buscas na internet já estão uma etapa a frente em sua jornada de compra.

 

O trabalho para criar esse tipo de conteúdo é cansativo, mas as long tails podem acarretar resultados de curto, médio e longo prazo.

 

 

Compartilhar:

WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook
  • One thought on “Long Tail: o que são e como usar palavras de cauda longa?

  1. Oi, Me ajudou muito seu artigo, apenas para complementar, tem um programa chamado: PCG Programa Classificados Grátis, esse Software é um agregador de sites de classificados, ele tem mais de 340 sites de classificados grátis onde você pode anunciar, usando esse Software você pode divulgar automaticamente nesses sites, vale muito a pena usar ele agiliza muito o trabalho além de te dar uma lista que sempre é atualizada com sites novos, com esse programa você consegue gerar trafego orgânico e assim receber visitas dos buscadores como o Google e outros, eu sempre usei esse programa para anunciar e faço vendas praticamente usando só ele. Fica ai a dica… Seu texto me ajudou muito. Muito sucesso pessoal

Deixe um comentário

Mais artigos

SUPERANDO DESAFIOS: A JORNADA DAS STARTUPS EM ESTÁGIO INICIAL

No panorama global atual, pequenos empreendedores que lançam startups de tecnologia estão se deparando com um terreno cada vez mais complexo e desafiador. Tais desafios começam com a captação de recursos, um processo que se mostra particularmente difícil em países onde o ecossistema de capital de risco ainda é incipiente.

SXSW: O QUE ROLOU SOBRE WEB 3 E IA

De 8 a 16 de março de 2024, mais de 350 mil pessoas estiveram em Austin, para acompanhar quase 3000 palestrantes, onde foram recebidas pessoas do mundo inteiro, a Sandy Carter trouxe a palestra “A fusão mente-máquina: sete tendências futuras em um mundo pós-inteligência artificial no trabalho”, e Chris Dixon em um bate-papo com Camila Russo, founder, The Deflant, compartilhou a “Construindo a Próxima Era da Internet”.

BLOCKCHAIN E TIDC: A REVOLUÇÃO NO MERCADO DE CAPITAIS

Um exemplo claro dessa tendência é a crescente compreensão do conceito de um Token de Investimento em Direitos Creditórios (TIDC) por aqueles que já trabalhavam com os conhecidos Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC).

Idioma »