PARTE II – INDICADORES PARA STARTUPS, O QUE É NECESSÁRIO SABER PARA INVESTIR?

Dando continuidade a parte I sobre o tema, vamos abordar nesse artigo outros critérios importantes na hora de fazer seus estudos de viabilidade para investimento em uma startup:

 

 

Annual Recurring Revenue (ARR)

 

ARR (Annual Recurring Revenue) é o faturamento recorrente anual, ou seja, o indicador que demonstra a saúde do faturamento da empresa, pois essa métrica ajuda a gerenciar a situação financeira vigente e avaliar se as metas estão sendo atingidas ou se será necessário altera-las.

 

 

 

Total Addressable Market (TAM)

 

O TAM é um tipo de indicador que proporciona dados focados na demanda total por um produto ou serviço e auxilia no entendimento da receita total que a empresa teoricamente poderia obter de acordo com sua oferta de produtos.

 

 

Serviceable Available Market (SAM)

 

O indicador SAM já vem em complemento ao TAM, e traz dados para avaliarmos sobre  qual parte do TAM nosso produto é apropriado, e indica qual mercado você pode abordar com o modelo de negócios atual, responde a respeito de qual parcela dos participantes do nicho escolhido vai adquirir as ofertas da empresa.

 

 

Serviceable Obtainable Market (SOM)

 

Já o SOM é o pedaço de SAM que a empresa pode observar sobre qual publico de fato vai adquirir seus produtos e serviços e quais serão as vendas de fato que podem ser alcançadas, e assim traçar metas.

 

 

 

 

Cash Burn

 

O Cash Burn é o indicador que reflete o fluxo de caixa negativo de uma empresa, startups geralmente  operam com fluxo de caixa negativo pois as receitas operacionais não cobrem todas as despesas e investimentos, por esse motivo é importante acompanhar todos os indicadores mencionados anteriores para melhorar o desempenho e crescimento da empresa.

 

É de extrema importância que as startups tenham um bom planejamento, saber quanto será gasto até a próxima rodada de investimentos, por exemplo, caso uma empresa necessita de R$100mil/mês e captou R$1milhão, tem uma cobertura de 10 meses.

 

 

 

 

Para finalizar, as startups são avaliadas de forma diferente , pode demorar a chegar ao ponto de equilíbrio, é preciso acompanhar a adesão ao plano de negócios, para o caso de gastos em velocidade diferente do esperado, é preciso reavaliar o projeto, se for superior ao planejado pode-se solicitar aos investidores injetar mais capital e conforme situação é necessário avaliar novas rodadas de captação.

 

Fico por aqui e me coloco a disposição para ajudar a direcionar na maturidade desses dashboards, com foco em melhorar os resultados.

 

 

Compartilhar:

WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Mais artigos

ESTAMOS A CAMINHO DA ERA DA CRIPTOECONOMIA?

Que a tecnologia impactou o mercado financeiro, não é novidade. Desde 1990, com o surgimento e rápido crescimento da internet, o mercado financeiro passou por grandes mudanças, desde o surgimento de novos produtos, até novas formas de se relacionar com o cliente e novos modelos de negócios.

PRIVACY BY DESIGN NAS STARTUPS

O conceito de “privacidade desde a concepção” tornou-se mais proeminente nos últimos anos, à medida que o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) aumentou as preocupações das empresas sobre questões de privacidade nos seus processos, especialmente em relação à oferta de produtos e serviços ao mercado. A metodologia visa incorporar a privacidade em práticas, tecnologias e sistemas, e ainda serve como diretriz para a criação de novos produtos e serviços.

A IMPORTANCIA DO FOMENTO AO EMPREENDEDORISMO FEMININO

É impossível falar de empreendedorismo feminino sem entender a motivação por trás de quem empreende, se a ideia empreendedora veio por oportunidade ou necessidade. Por exemplo, um empreendedor que tem a oportunidade de abrir um negócio estando em uma situação “confortável” seja por investimento interno ou recursos próprios.

Idioma »