Gestão de Pessoas: Sucesso ou Atraso?

Sei que já está ficando batido falar em transformação digital, mas, preciso começar este bate papo lembrando que se trata de um processo para integrar tecnologia digital em todos os aspectos da empresa, inclusive, na gestão de pessoas.

Isso para lembrar que este processo exige mudanças fundamentais de:

• Tecnologia;

• Cultura;

• Operações; e

• Entrega de valor.

 

Mas, começando pelo final, o que é entrega de valor, sob o ponto de vista das empresas?

Seria o objeto social para o qual ela foi criada?

Se sim, então, não seria pura e simplesmente ganhar dinheiro, ter lucro?!

Raciocínio frio, não é? Mas, para ter lucro, as empresas precisam atrair consumidores… precisam resolver os problemas deles… precisam ter um propósito!

 

Boa! Outra palavra da moda! Propósito! Que, em uma pesquisa preguiçosa na internet significa:

• intenção (de fazer algo); projeto, desígnio.

• aquilo que se busca alcançar; objetivo, finalidade, intuito.

 

Portanto, já que, em um ambiente de transformação digital, para obter lucro é preciso ter um propósito para resolver os problemas dos consumidores, as empresas precisam investir em Tecnologia e Operações mais eficientes para atingir este objetivo, certo?!

 

Neste ponto, você que chegou até aqui deve pensar:

– Ahh!! Entendi!! Você já falou de todas as mudanças fundamentais, menos da Cultura… aí está, então, a peça-chave, não é?!..

Mais ou menos…

 

Cultura significa todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo ser humano não somente em família, como também no meio social no qual está inserido. E aqui entra a necessidade da gestão de pessoas.

A principal característica da cultura é o mecanismo adaptativo, que consiste na capacidade que os indivíduos têm de responder ao meio de acordo com mudança de hábitos, mais até que possivelmente uma evolução biológica.

A cultura é também um mecanismo cumulativo porque as modificações trazidas por uma geração passam à geração seguinte, onde vai se transformando, perdendo e incorporando outros aspetos procurando, assim, melhorar a vivência das novas gerações.

A cultura é um conceito que está sempre em desenvolvimento, pois com o passar do tempo ela é influenciada por novas maneiras de pensar inerentes ao desenvolvimento do ser humano.

Agora sim! O Ser Humano é a chave!

 

Mas é a chave, tanto para o sucesso, quanto para o atraso

 

• Sucesso, quando cria modelos de negócio e soluções inovadoras, beneficiando um número enorme de pessoas com o uso das melhores tecnologias a seu favor!

• Atraso, quando não confia em nada nem em ninguém…

 

• Sucesso, quando considera e contrata por habilidades, sem limite de idade…

• Atraso, quando se prende apenas em contratar pelo diploma e pela suposta vitalidade…

 

• Sucesso, quando estabelece liberdade com responsabilidade

• Atraso, quando tutela e controla em demasia

 

• Sucesso, quando compartilha solidariedade

• Atraso, quando valoriza somente a individualidade

 

• Sucesso, quando sabe a hora de desligar e se equilibrar emocionalmente

• Atraso, quando não quer parar e não deixa os outros pararem.

 

Enfim… a lista de sucessos e atrasos é infinita, porém, note que falamos em atraso e não em FRACASSO, pois, o sucesso vem com o PROGRESSO, arrastando, impiedosamente, quem se atrasa…

 

Sendo assim, cada vez mais a gestão de pessoas deve:

• Prover soluções que gerem valor para a empresa;

• Identificar e atender às necessidades de desenvolvimento de cada indivíduo.

 

 

Para nós, Seres Humanos, é fundamental:

• A adaptação às novidades trazidas pela transformação digital;

• Com pensamentos e atitudes empreendedoras e colaborativas;

• Sem descuidar-nos da manutenção do equilíbrio emocional, e

• Do autodesenvolvimento constante.

 

Sucesso para nós!

 

 

Compartilhar:

WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Mais artigos

OPEN FINANCE – O PODER DA INCLUSÃO A UM CLICK

O desenvolvimento do nosso ecossistema financeiro vem sendo muito elogiado no mundo inteiro. Para se ter uma ideia da importância dessa agenda, o PIX tem mais de 141 milhões de pessoas com suas chaves e 12,7 milhões de empresas que usam o sistema de pagamento diariamente. O volume transacionado foi de mais de R$ 3,8 bilhões, tornando-o principal meio de pagamento utilizado pelos clientes.

ESTAMOS A CAMINHO DA ERA DA CRIPTOECONOMIA?

Que a tecnologia impactou o mercado financeiro, não é novidade. Desde 1990, com o surgimento e rápido crescimento da internet, o mercado financeiro passou por grandes mudanças, desde o surgimento de novos produtos, até novas formas de se relacionar com o cliente e novos modelos de negócios.

PRIVACY BY DESIGN NAS STARTUPS

O conceito de “privacidade desde a concepção” tornou-se mais proeminente nos últimos anos, à medida que o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) aumentou as preocupações das empresas sobre questões de privacidade nos seus processos, especialmente em relação à oferta de produtos e serviços ao mercado. A metodologia visa incorporar a privacidade em práticas, tecnologias e sistemas, e ainda serve como diretriz para a criação de novos produtos e serviços.

Idioma »