BLOCKCHAIN & WEB 3.0 – UM ENCONTRO NO CRYPTO VALLEY

A Deep Dive into the worlds of blockchain & Web 3.0

 

A convite de Guilherme Murtinho e Cibele Alves, participei do incrível evento organizado pelo Point Zero Forum e CV Labs em Zug, na Suíça, conhecida como Crypto Valley. O Point Zero Forum: impulsiona a inclusão financeira global, e o CV Labs é um co-working coração do Crypto Valley.

 

 

O evento contou com o conhecimento e brilhantismo de palestrantes e empresas renomadas do mundo Web 3.0 como:

 

Tracy Trachsler –  CV Labs: Fomentando inovação no Crypto Valley.

Emanuel Bargetze – Bank Frick: Liderando a transformação financeira.

Lukas Schor  –Safe: Segurança de dados em um mundo digital.

Yves Cabré – Fireblocks: Revolucionando a custódia de ativos digitais.

Pelle Brændgaard  – Notabene: Simplificando a conformidade no blockchain.

Stephanie Hurry  – Crypto Finance Group: Oferecendo soluções financeiras baseadas em blockchain.

Ralf Kubli – CASPER: Inovação em blockchain para empresas.

Lukas Etter  – CV VC: Investindo no futuro das tecnologias blockchain.

Alexander F. M.  – Cardano Foundation: Impulsionando a adoção de blockchain em larga escala.

Marieke Flament  – NEAR Protocol: Explorando o potencial da blockchain na economia digital.

Filippo Franchini  – Web3 Foundation: Conectando ecossistemas blockchain.

Sarojini McKenna – Alien Worlds: Criando mundos virtuais baseados em blockchain.

Jakob Linus StammlerTezos Foundation: Desenvolvendo soluções blockchain confiáveis.

 

Dominic Williams –  DFINITY: Transformando a computação distribuída.

 

 

 

Guilherme Murtinho – Transfero: Conectando economias emergentes a mercados globais

 

Na palestra de Guilherme Murtinho, um dos fundadores e Diretor de Marketing da Transfero, ele destacou o trabalho da empresa em fornecer soluções baseadas em blockchain para permitir a conectividade financeira e a autonomia em países emergentes.A Transfero oferece serviços de pagamentos, stablecoins, educação e conteúdo. Além disso, a Transfero possui uma iniciativa social chamada Transfero Academy, que capacita pessoas de comunidades carentes, ensinando-as a se tornarem desenvolvedoras blockchain e abrindo oportunidades para elas no setor. Essa iniciativa tem impactado positivamente dezenas de vidas e busca parceiros para expandir seus esforços educacionais.

 

 

Yves Cabré da Fireblocks: Transformando a custódia de ativos digitais

 

Yves Cabré, representando a Fireblocks, discutiu a importância da melhoria contínua e da curiosidade no desenvolvimento pessoal e profissional. A Fireblocks ajuda instituições a armazenar e gerenciar com segurança seus ativos digitais por meio da melhor solução de auto-custódia disponível no mercado. A plataforma da Fireblocks é de nível empresarial, atende aos requisitos de segurança e regulamentação das grandes instituições e empresas menores. A Fireblocks reconhece a importância de fornecer sua solução para ajudar desenvolvedores a explorar as possibilidades do web3, sem comprometer a interoperabilidade, escalabilidade e segurança.

 

 

Alexander F. Moser da Cardano Foundation: Comoditização das aplicações blockchain

 

Alexander F. Moser, representando a Cardano Foundation, trouxe uma palestra impactante sobre a comoditização das aplicações blockchain. Ele discutiu como as aplicações baseadas em blockchain ainda não são totalmente comoditizadas e como a estabilidade nos preços das criptomoedas é crucial para o desenvolvimento do setor. Moser enfatizou os três pilares estratégicos da Cardano Foundation: educação, resiliência operacional e adoção. A educação é vista como fundamental para capacitar as pessoas a entenderem o potencial e as possibilidades das tecnologias blockchain. A resiliência operacional envolve o fornecimento de ferramentas e infraestrutura de serviços para as empresas implantarem aplicativos na blockchain. A adoção é um esforço ativo da Cardano Foundation para promover a utilização de blockchain em diversos setores e colaborar com projetos que buscam soluções para problemas específicos.

 

 

Stephanie Hurry da Crypto Finance Group: Soluções financeiras baseadas em blockchain

 

Stephanie Hurry, chefe de vendas institucionais da Crypto Finance Group, apresentou a empresa e suas soluções durante sua palestra. A Crypto Finance Group, fundada em 2017 por Yun, ex-UBS e CEO do Credit Suisse. Stephanie destacou que a empresa oferece serviços de corretagem, custódia e tokenização para atender bancos e gestores de ativos. Como parte do Grupo Deutsche Börse desde dezembro de 2021, eles oferecem segurança e estabilidade para parceiros devido à regulamentação sob a qual operam. Stephanie enfatizou a importância de sua distinção como um provedor de serviços financeiros, não apenas uma solução tecnológica, e mencionou o forte ecossistema suíço para ativos digitais, bem como a expansão de seus serviços na Alemanha.

 

 

Conclusão: Point Zero Forum e CV Labs destacou inovações do setor cripto

 

O evento do Point Zero Forum e CV Labs reuniu líderes e inovadores do setor cripto, oferecendo insights valiosos e perspectivas únicas. As palestras de Guilherme Murtinho, Yves Cabré, Alexander F. Moser e Stephanie Hurry trouxeram temas relevantes e destacaram as soluções inovadoras de suas respectivas empresas. A Transfero, Fireblocks, Cardano Foundation e Crypto Finance Group estão desempenhando papéis significativos na transformação do setor financeiro por meio da tecnologia blockchain. O evento foi uma oportunidade única para aprender, conectar-se e colaborar com profissionais talentosos e visionários. Estou ansioso para acompanhar o crescimento e o impacto contínuo dessas empresas e seus líderes no setor cripto.

 

Compartilhar:

WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Facebook

Mais artigos

ESTAMOS A CAMINHO DA ERA DA CRIPTOECONOMIA?

Que a tecnologia impactou o mercado financeiro, não é novidade. Desde 1990, com o surgimento e rápido crescimento da internet, o mercado financeiro passou por grandes mudanças, desde o surgimento de novos produtos, até novas formas de se relacionar com o cliente e novos modelos de negócios.

PRIVACY BY DESIGN NAS STARTUPS

O conceito de “privacidade desde a concepção” tornou-se mais proeminente nos últimos anos, à medida que o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) aumentou as preocupações das empresas sobre questões de privacidade nos seus processos, especialmente em relação à oferta de produtos e serviços ao mercado. A metodologia visa incorporar a privacidade em práticas, tecnologias e sistemas, e ainda serve como diretriz para a criação de novos produtos e serviços.

A IMPORTANCIA DO FOMENTO AO EMPREENDEDORISMO FEMININO

É impossível falar de empreendedorismo feminino sem entender a motivação por trás de quem empreende, se a ideia empreendedora veio por oportunidade ou necessidade. Por exemplo, um empreendedor que tem a oportunidade de abrir um negócio estando em uma situação “confortável” seja por investimento interno ou recursos próprios.

Idioma »